Alternative content

Get Adobe Flash player

Variedades

Homem da Cruz morre após ser atropelado em nova peregrinação

Acidente ocorreu na última quinta-feira (05), em São Paulo. Paulo iniciava uma nova peregrinação rumo ao Nordeste.

Paulo Cícero de Lima, de 55 anos, que ficou conhecido nacionalmente como o “Homem da Cruz”, morreu no último domingo (08), depois de ficar quatro dias internado em um hospital na cidade de Cotia (SP). O homem foi encaminhado à unidade médica na última quinta-feira (05), após ser vítima de um grave acidente de trânsito ocorrido durante uma nova peregrinação iniciada por ele rumo ao Nordeste.

Velório de Paulo foi realizado em Itapevi (SP), onde ele estava residindo com a família. (Foto: Arquivo Familiar)

Paulo foi atropelado por um veículo enquanto caminhava pela rodovia Fernão Dias em Cotia, sofrendo graves lesões, inclusive um traumatismo craniano, não resistindo aos ferimentos e vindo a óbito, que foi confirmado às 16h15 de domingo.

O peregrino havia encerrado sua caminhada no fim do mês de maio deste ano na cidade de Porto velho (RO), onde no Rio Madeira ele jogou a cruz de quase 3 metros, a qual atravessou o País a carregando nas costas por mais de 3 mil quilômetros como forma de indignação com a Justiça brasileira por ter sido acusado injustamente e cumprido mais de 16 anos de prisão por um crime que não cometeu. Ao se livrar do objeto que o tornou conhecido em todo o País, ele disse ter se liberto também de toda sua história de dor e sofrimento.

Após ter encerrado sua peregrinação, Paulo voltou para a casa em Itapevi, São Paulo, onde estava morando junto com a mãe, já tendo inclusive arrumado um trabalho e estava levando sua vida.

Conheça um pouco mais da história de Paulo, que foi entrevistado pelo site Veja Folha durante sua passagem a São Gabriel do Oeste em novembro de 2016 clicando aqui.

 

 

Suzana Vanessa